Orlando, Miami, Disney, Parques, Aluguel de carro, O que fazer

 



Veja 10 coisas para evitar em Miami



Confira 10 coisas para evitar em Miami. Quando viajamos nas férias acabamos muitas vezes relaxando, e não prestando atenção em pontos importantes. Miami é uma cidade grande, e como todas as outras tem seus pequenos problemas e suas questões que devem ser cuidadas. Confira 10 coisas para evitar em Miami.

10 coisas para evitar em Miami

Intolerância em Miami

Apesar de ser uma cidade bem aberta e cheia de lugares LGBT, ainda existem bairros bem conservadores em Miami. Nas áreas periféricas, longe de Miami Beach, da grande Miami e de Key West, o estado da Flórida pode ser um tanto quanto preconceituoso. Tome cuidado porque pode rolar discriminação a pessoas que sejam "alternativas" de alguma forma. 

Restrições etárias em Miami

É estritamente proibido que menores de 21 anos consumam ou comprem bebidas alcoólicas. Também é proibido consumi-las na praia, e isso vale para pessoas de qualquer idade. Dirigir alcoolizado também é estritamente proibido, e a polícia de Miami costuma fazer barreiras e blitz de trânsito em vias e pontes de Miami Beach, para flagrar quem não cumpre. A lei lá é bem rígida, então não arrisque infringir nenhuma dessas regras, porque você pode ser pego e as consequências são sérias e no mínimo estragam a viagem. 

Locais perigosos em Miami

Como toda cidade grande, Miami tem algumas regiões mais perigosas que é bom evitar. A maioria delas está ao norte da grande Miami, porém o "Black Grove" que está a poucas quadras de distância da Coco Village, é bastante perigoso. 

Locais perigosos em Miami

Fumar em Miami

Comprar ou vender tabaco para menores de 18 anos é proibido na Flórida. Fora isso, fique bem atento as áreas destinadas a fumantes, que são poucas. É proibido fumar em prédios públicos, em bares e em todos os restaurantes, e alguns hotéis nem possuem área para fumantes.

Turistas em Miami

Para evitar ser roubado ou até mesmo incomodado por vendedores ou pedintes, a dica é não parecer perdido. A famosa "cara de turista" pode ser evitada, porque ai você acaba se misturando com a massa dos nativos e não é perturbado. Outra dica é não carregar tantas coisas na mão ao mesmo tempo, como bolsa, celular, câmera, mapas e outros, até por motivo de segurança também. 

Protetor solar esquecido em Miami

Se você esqueceu de levar protetor solar para Miami, vá na primeira oportunidade que tiver comprar um. Por lá não faltam farmácias, lojas de conveniência e supermercados que os vendem. O sol da cidade é muito quente e forte, mesmo no inverno, e é essencial se proteger. Até para aqueles que não vão na praia, é importante passar e repassar o protetor várias vezes ao longo do dia, porque queimaduras podem atrapalhar sua viagem e não custa nada se prevenir. 

Protetor solar perdido em Miami

Aids em Miami

Miami tem uma das maiores incidências de Aids dos Estados Unidos, e nessa região não dá para fazer sexo sem camisinha. Eles tem tentado fazer uma conscientização, como por exemplo ao colocar potes de camisinhas gratuitas em diversos bares pela cidade, para ajudar seus clientes a se preservarem.

Corda de veludo em Miami

As cordas de veludo cobrem as filas enormes que se formam em muitas baladas de Miami. Peça dicas para o gerente do seu hotel, para entrar VIP ou pelo menos cortar a fila. Eles muitas vezes conseguem esse tipo de coisa se você pedir com jeito e com antecedência, e vale a pena, porque perde-se muito tempo da noite nessas filas. 

Aplicação da lei em Miami

Como já foi dito antes, a lei em Miami e nos EUA é bem aplicada. Lá existem três corporações para aplicar a lei: os xerifes do condado, a polícia rodoviária e os policiais da cidade. Todas as pessoas estão sob a vigia deles, que em geral são bem amistosos e solícitos, sempre promovendo a ideia de uma Miami turística e sossegada. Você pode contar com eles se precisar de alguma ajuda ou informação. Para o bom andamento da sua viagem evite contradizê-los, ou desobedecer as regras estabelecidas.

Gorjetas em Miami

Muitas pessoas tem dúvida do quanto dar de gorjeta nos EUA. Primeiro saiba que as gorjetas nos Estados Unidos não são opcionais. Lá os garçons e garçonetes dependem muito do que os clientes dão, porque eles recebem um salário mínimo ou menos. Raramente, e diferente do Brasil, a gorjeta é acrescentada a conta, então faça um cálculo de cerca de 15% do valor total para o almoço, e 20% para o jantar, e dê na mão de quem te serviu. 


Gorjeta em Miami

Não deixe de ver também a matéria de como economizar muito em Miami. São dicas imperdíveis que vão fazer você economizar muito dinheiro na sua viagem e que realmente valem muito a pena.

Veja outras matérias imperdíveis para quem vai para Miami:


O que fazer em Miami: Lugares e pontos turísticos imperdíveis em Miami.
Compras em Miami: Guia completo para fazer boas compras em Miami.
Como usar o celular em Miami: Dicas para usar a internet e ligações ilimitadas em Miami.

Postar um comentário

 
Top